sábado, 5 de agosto de 2017

Mais eleitorado ético e menos intelectual desonesto politicamente

Elson de Melo                                                
Domingo, 06 de agosto de 3017

 
 1. ESSA CAMPANHA ELEITORAL SUPLEMENTAR, mostra que a política no Amazonas, ainda é um refúgio para os políticos canalhas! Por outro lado, a impunidade desses políticos, é oxigenada a cada eleição por um eleitorado, cujo maioria ainda acredita nas promessas dos mesmos políticos que há 35 anos enriqueceram enganado o povo e constroem mansões e impérios comerciais com o dinheiro do Estado do Amazonas. Esses políticos estão representados nessa eleição pelos candidatos Amazonino Mendes-PDT, Eduardo Braga-PMDB e a candidata Rebecca Garcia-PP.
2. A CONIVÊNCIA INTELECTUAL com esses políticos canalhas, vem principalmente dos formadores de opinião que compõem as Universidades ao dissertarem suas crônicas, exaltando feitos desses políticos e escondendo as suas falcatruas quando no exercício dos seus mandatos, promovendo uma verdadeira blindagem intelectual aos políticos reconhecidamente corruptos. Graças a canalhice desses intelectuais, esses políticos larápios vão se revezando no governo do Amazonas há 35 anos.
3.   O COMBATE AOS POLÍTICOS CANALHAS, é uma tarefa diária de cada pessoa que nutre no seu caráter a ética como princípio primordial na formação de um eleitorado comprometido com o exercício da cidadania plena, um eleitorado capaz de dizer não a compra de votos, ao político corrupto, ao intelectual desonesto, ao cabo eleitoral vigarista, ao partido que oferece espaço aos políticos fichas sujas.
4.    A FORMAÇÃO DE U ELEITORADO ÉTICO, deve ser obra primeiramente dos partidos que lutam diariamente por transformações sócias, das instituições da sociedade civil que lutam diariamente por moradia, qualidade de atendimento na saúde, por uma escola libertadora, por qualidade de vida digna para toda população.     
5. A UNIÃO PSOL E REDE NESSA ELEIÇÃO, foi o grande diferencial da campanha eleitoral, mostrou que é possível participar de um processo eleitoral com independência e ética, abriu espaço para a formação de um novo bloco histórico na política amazonense e qualificou o debate político com um plano de governo factível e um discurso politizador que inaugura um novo referencial político capaz de empolgar a juventude, envolver os adultos e unir homens e mulheres na luta por um Amazonas prospero para toda nossa gente.
6.   O COMEÇO DAS GRANDES TRANSFORMAÇÕES foi semeada no solo fértil da esperança de um povo amazonense. PSOL e REDE, a partir dessa eleição, são os verdadeiros referenciais da política ética e coerente no Estado do Amazonas, Luiz Castro e João Victor Tayah, conduziram essa campanha dentro do respeito a diversidade, da fidelidade aos princípios partidários, da honestidade intelectual, e da logica participativa. Foi uma campanha inovadora sobre todos os aspectos.
7. A CONTINUIDADE DO PROJETO apresentado nessa eleição pelos partidos PSOL e REDE, deverá ser mantido e ampliado os protagonistas. O Amazonas, possui uma dimensão territorial continental, de difícil mobilidade, fator principal da manipulação eleitoral que os partidos da ordem econômica exercem para se apoderarem dos votos do eleitorado interiorano, a conquista de um eleitorado ético, passa pela capacidade dos dirigentes desses dois partidos [PSOL/REDE] em manter uma agenda permanente, visando dar continuidade ao trabalho desempenhado nessa eleição suplementar. Este escrevente, na condição de filiado ao PSOL antecipa seu voto favorável, a continuidade dessa majestosa aliança PSOL/REDE.

Parabéns camaradas Luiz Castro e João Victor Tayah
A Luta Continua!

Elson de Melo é militante do PSOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário