quarta-feira, 20 de maio de 2015

Joaquim Levy: o Ministro candidato a Presidente da Republica das elites!

“As ideias dominantes numa época nunca passaram das ideias da classe dominante.”
Karl Marx em Manifesto do Partido Comunista.

Por Elson de Melo – Dentre outras coisas, a politica é também um espaço para devaneios, observando as mexidas politicas no tabuleiro da sucessão presidencial para 2018, destaco o empenho do PMDB em aprovar o pacote de maldade (ajuste fiscal) da Presidente Dilma, como uma forma que o partido encontrou para emplacar uma candidatura a Presidente da Republica, fora do âmbito ‘lulopetismo’.

Assim o meu devaneio especula a candidatura do Ministro ‘salvador da pátria’ Joaquim Levy conhecido também como “Joaquim mão de tesoura” que fora imposto pelo capital para assumir a governança na crise no lugar da Presidente Dilma por ser uma espécie de 'mago' do mercado de capitais.

Pois bem, as elites começam a sonhar em emplacar a sua candidatura a Presidente da Republica na cota do PMDB, querem fazer dele [Joaquim Levy] 'com o ajuste fiscal' o que fizeram com Fernando Henrique Cardoso do 'plano real', transformando-o através da mídia em unanimidade nacional; o ministro que recuperou o Brasil da 'crise' mesmo impondo sacrifício aos trabalhadores e privilégios aos senhores do mercado. “O Salvador da Pátria”!

As andanças do Ministro pelo mundo vendendo o Brasil e articulando acordos bilaterais como os assinados pela Presidente Dilma nessa terça-feira (19/05/2015) com os chineses, é o sinal da tentativa de transforma-lo em uma liderança politica que une o país contra a crise, mesmo dentro de um governo desacreditado e sucateado pela corrupção e os desmandos administrativos. Isso não é devaneio!

Os elementos de governança impostos pelo Ministro Levy a Presidente Dilma, tem o irrestrito apoio do PMDB, isso faz o ex-presidente Lula atacar as elites de forma generalizada sem expor a sua principal preocupação e o adversário interno que contamina a sua candidatura e a coalizão que até pouco tempo era liderada pelo PT e foi perdida graças à falta de liderança da Presidente Dilma para gerenciar a crise, nesse contexto, o PMDB avançou e passa a liderar com sucesso a coalizão conservadora e leva o PT no cabresto, assim as elites isolam o Lula e emplacam a candidatura de “Joaquim Mão de Tesoura”.

No âmbito da esquerda socialista, o tema “sucessão 2018”, sequer é especulado, segundo o sociólogo Chico de Oliveira afirma; “A atual esquerda não tem projeto” (folha de S. Paulo 17-05-2015). Mesmo entendendo que a esquerda tem um projeto estratégico de poder – o socialismo – concordo com o sociólogo quando nos referimos a luta pelo poder, acho que ainda somos muito tímidos e infelizmente muito dogmáticos, os nossos devaneios se perdem nas querelas ideológicas que na maioria das vezes, corroí as nossa principais lideranças e fragmenta o movimento popular. Porém, insisto em afirmar que, a saída é pela esquerda!


– Elson de Melo é Presidente Estadual do PSOL – Amazonas  

Nenhum comentário:

Postar um comentário