quarta-feira, 2 de maio de 2012

Dia do Trabalhador: NCST e UGT celebram com os Trabalhadores no Centro de Manaus/AM.

As centrais sindicais, Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST e União Geral dos Trabalhadores-UGT, realizaram na segunda feira um ato para celebrar o Dia do Trabalhador, o evento teve inicio as 18:00 horas do dia 30/05/2012, na Av. Eduardo Ribeiro em frente a Praça do Congresso. O Ato foi marcado pelos pronunciamentos do Superintendente Regional do Trabalho no Amazonas Dr. Dermilson Chagas, Nindberg Barbosa Presidente da UGT, Osmet Duk Filho Presidente da NCST e outras lideranças sindicais do Amazonas.

Em seus pronunciamentos as lideranças sindicais abordaram temas relevantes para a classe trabalhadora como: Redução da Jornada de Trabalho a luta que deu origem ao 1º de maio data que se celebra o Dia do Trabalhador, uma luta histórica que marcou para sempre em nossas memorias a crueldade patronal e do Estado repressor que até hoje continuam a criminalizar as reivindicações justas dos trabalhadores no mundo, para o Presidente da Nova Central Osmet Duk Filho, hoje com o avanço tecnológico, os trabalhadores precisam de mais tempo para aperfeiçoar seus conhecimentos, repor a energia consumida pelo ritmo acelerado dos processos produtivos, assegurar um tempo maior ao lazer e a família, e, principalmente assegurar uma melhor qualidade de vida que a cada dia está mais ameaçada por uma verdadeira epidemia de doenças ocupacional como LER/DORT, escoliose, doenças reinais, surdez, estresse, renite crônica, alergias e outras patologias decorrente do ambiente de trabalho.

Para Nindberg Barbosa Presidente da UGT, o trabalhador precisa também se preocupar com seu futuro, futuro que está hoje comprometido com o famigerado Fator Previdenciário que embora o Congresso Nacional tenha aprovado o fim dessa aberração, o então Presidente Lula fez questão de vetar, isso compromete a qualidade de vida dos nossos aposentados que tantas riquezas produziram para esse país.

O evento foi animado Pelas Bandas Os Especiais e Bandawera e teve sorteios de brindes como Geladeiras, Tabletes, Televisores, ventiladores, batedeiras e outros, um dos pontos auto do evento foi o concurso de dança arranjado na hora que premiou o vencedor com R$ 50,00 (cinquenta reais) para os membros das duas Centrais que organizaram, o ato foi um sucesso, principalmente pela adesão total dos trabalhadores que lotaram o espaço na Av. Eduardo Ribeiro entre a 10 de Julho e Monsenhor Coutinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário