domingo, 27 de junho de 2010

COPA DO MUNDO – MOMENTO DE COVARDIA – DE MÉDICI A LULA GOVERNO PROMOVE MASSACRE AOS TRABALHADORES BRASILEIROS

Por: Elson de Melo
Amazônia principal vitima.

Mil novecentos e setenta. Brasil Tri Campeão do Mundo no México! Pelé se consagrava como o Rei do Futebol, a Ditadura Militar fazia seu sexto aniversario, os militantes sociais tentavam a redemocratização do País, Maluf presenteava os jogadores com um fusca, a população pode acompanhar pela perimira vez os jogos da Seleção pela TV, O povo brasileiro vibrava com os gols de Pelé, Jairzinho, Tostão, Rivelino, Clodoaldo e Carlos Alberto.

Naqueles dias de intensa vibração dos 90 milhões de brasileiros. A vida de muitos camaradas era ceifada e seus corpos desaparecidos até hoje! O governo manipulava a imprensa, impedia o judiciário de agir, colocava todos os cidadãos brasileiros sobre suspeita. Era o Estado de Sitio que obrigavam todos a obedecerem ao toque de recolher. Os ditadores da época subvertiam a ordem e massacravam o Povo. A Região Amazônica estava sobre ameaça de destruição, Presidente Marechal Garrastazu Medici sobre o Slogan “ame ou deixe” e com a proposta de “integrar para não entregar” promovia a destruição da floresta com a construção de Hidrelétricas e a Transamazônica.

Dois mil e dez. Quarenta anos depois, assistimos um Presidente de origem operária, promover os maiores massacres aos trabalhadores e a Região Amazônica! Não é exagero dizer que: o veto ao Fator Previdenciário, o não tombamento do Encontro das Águas no Amazonas, a construção das hidrelétricas de Jirau e Santo Antonio em Rondônia, o leilão de Belo Monte, o anuncio da construção de mais de seis novas hidrelétricas na Região Amazônica, a concessão de áreas de florestas para exploração na Amazônia. São fatores que expressam o autoritarismo do Presidente Lula.

Os atos do Presidente Lula, são muitos semelhantes aos de Médici, como é semelhante às popularidades. O capital apropriando-se dessa popularidade, nos dois casos, avança na subtração de direitos dos cidadãos, condena as nações indígenas ao massacre roubando suas terras, espoliando suas culturas e dizimando suas vidas.

O tal estado de Direito hoje existente, serve apenas para legitimar as atrocidades de um governo insensível, autoritário e boçal, temos um presidente que usando seu prestigio construído com suor e lagrimas de milhões de Trabalhadores e trabalhadoras, serve de marionete dos Patrões para levar a cabo uma política perversa que as gerações futuras vão condenar nosso silencio e até a conivência de muitos.

Essa política maléfica e desprezível do PT e Lula pretendem nas próximas eleições, eleger um poste de peruca para Presidente, uma tecnocrata puxa saco do capital! Por outro lado, os dois outros projetos mais em evidencia, da mesma forma são cara metade do outro. Todos são transgênicos. As mutações que sofreram, serve apenas para engordar os grandes patrões transnacionais.

A combinação Médici e Lula, serve apenas para solidificar os lucros dos grandes patrões do Comercio, Indústria e Bancos. Para a população sobram apenas os miseráveis vinténs representados na Bolsa Família. Os salários não melhoraram, ao contrario, sofreram uma grande retração, o crédito facilitado para compra de casa, eletrodomésticos e automóveis, envolve juros astronômicos, confirmando assim a política de engorda dos lucros dos grandes patrões e endividar os assalariados sofridos.

Nessa combinação Médici e Lula. A democracia sofre as maiores restrições, os dois são adeptos de um regime absolutistas, onde ambos subvertem a ordem para impedir que a população tenha acesso ao contraditório, os dois odeiam os opositores. Médici mandou torturar e matar os que discordavam do seu governo, lula é mais sofisticado, coopta, isola, desqualifica, tortura com o excesso de propaganda e constrange juridicamente quem ousar discordar do seu governo, comandado por banqueiros.

Para não dizerem que estou exagerando devo afirmar que “a pratica da tortura ou de suplício se configura no infligir de tormentos, judiaria, imputação de sofrimento a outrem com por ato de crueldade, é tudo que produz dor, sofrimento moral, aflição, irritação prolongada”. O que Lula está fazendo com os Trabalhadores que trabalham sol a sol para contribuir com a previdência social e não podem se aposentar por conta do Fator Previdenciário e com os povos que habitam o Rio Xingu. É tortura pura! Digna de nota dos organismos internacionais de defesa dos Direitos humanos, como ONU, Anistia Internacional e outros. É preciso denunciar isso.

Élson de Melo é Sindicalista

Nenhum comentário:

Postar um comentário