domingo, 18 de abril de 2010

DECLARAÇÃO AO POVO DO AMAZONAS


Há séculos o Amazonas é governado por uma casta de déspotas que praticam de todo tipo de falcatruas para manterem nosso povo convivendo com a miséria, a infelicidade e falta de prosperidade. Nossos ancestrais representados por Ajuricaba vêm mantendo uma luta inglória contra essa oligarquia perversa e criminosa que infelicita gerações de homens e mulheres de bem do nosso estado.

Com raríssimas exceções das quais destaco o valente cacique Ajuricaba, Ribeiro Júnior e mais recente, Evandro Carreira e Aloysio Nogueira, os dois últimos políticos quase esquecidos e ignorados no atual cenário político do Estado, ainda tem muito a contribuir com os destinos do nosso povo. Mantendo suas carências e convicções, alinham-se ao que há de mais lúcido na política brasileira representado no PSOL, Partido que escolheram para continuar suas tarefas de lutas pela transformação dessa realidade.

Encorajado pelo mais profundo exemplo de coerência e persistências desses ilustres lutadores sociais e, atendendo a um apelo de inúmeros queridos camaradas, na sua grande maioria militantes anônimos do movimento social, que desejam incessantemente apresentar ao nosso povo uma alternativa de poder local, voltado para inclusão da prosperidade como destino real aos filhos e habitantes dessa terra. Declaro através deste texto que, aceito a candidatura ao Governo do Estado pelo PSOL a Eleição de outubro de 2010.

O desafio dessa empreitada é muito grande e significativo para os rumos que a política amazonense precisa inaugurar nessas eleições. O eleitor está cansado dos políticos que a cada eleição se apresentam com companhias e caras diferentes, uma promiscuidade política das mais nojentas, os que ontem eram inimigos mortais, hoje pousam como amigos inseparáveis ou irmãos siameses. Das duas uma, ou são mentirosos, ou estão, maus intencionados.

Romper com essa forma de fazer política e construir um novo e promissor caminho de prosperidade a todos os amazonenses é nossa missão nesse processo eleitoral. Faço parte de uma geração que acredita na transformação social, que deseja e luta por uma sociedade justa, solidária onde todos possam ser muitos felizes, uma geração de homens e mulheres de luta, que não teme os desafios e que acredita na vitória!

Quando a necessidade me empurrou da minha querida comunidade Nova Amazonas na costa do Jurupari no Município de Urucurituba, para tornar-me operário do Distrito Industrial de Manaus, minha determinação foi decisiva para vencer todos os percalços que a vida na cidade grande impõe aos que aqui chegam. Dedico este momento aos meus companheiros Trabalhadores Metalúrgicos e Oleiros, categorias que souberam entender nossa luta como Dirigente do movimento sindical e do Sindicato que os representam. Aos meus pais Sr. Raimundo Lima e Sra. Elzira de Melo, ele ainda vivo pronto para nos apoiar, ela infelizmente já falecida, mas, torcendo lá do alto pelo nosso sucesso. Foram eles que ensinaram esse caboclinho, que o maior valor do ser humano está configurado no seu caráter.

Ainda lá no Novo Amazonas, conheci o sofrimento do nosso povo ribeirinho, que habitam os rios, lagos, paranás, furos e igarapés, das várzeas e terras firmes, aprendi a pescar cultivar a terra plantando juta, malva, mandioca, caçar e cuidar do gado. Testemunhei a fartura, como, experimentei a falta da presença do Estado em nossas comunidades, negando aquele povo o direito a escola, saúde e vida digna. Nossa população ribeirinha vive em comunhão com os vizinhos, a solidariedade é a principal forma de organização do trabalho através do puxirum.

Na cidade, nossa experiência começa com a prestação do serviço militar como recruta do Exercito Brasileiro, depois como trabalhador da indústria da Construção Civil, posteriormente como operário do Distrito Industrial. A igreja católica foi responsável pela minha formação política e de cidadania, participando do Grupo de Jovens no Bairro do Coroado, das Pastorais da Juventude e Operária, conheci o caminho para o Sindicalismo e a participação política dentro do Partido Político.

Participei da fundação do Partido dos Trabalhadores – PT, chegando a presidir o seu Diretório Municipal de Manaus, ajudamos ainda, na fundação da Central Única dos Trabalhadores – CUT, entidade que presidi por um mandato. No inicio da década de 80 junto de valorosos companheiros conquistamos a Direção do Sindicato dos Metalúrgicos elegendo o maior líder operário do nosso tempo no Estado do Amazonas, falo de Ricardo Morais que mais tarde chegou a ser eleito Deputado Federal.

O resultado dessa luta ficou marcado, pelos dois maiores movimentos grevistas que o Amazonas testemunhou nos anos de 1985 e 1986 do século passado. Hoje, sou Secretário da NCST – Nova Central Sindical dos Trabalhadores e presido o Sindicato dos Oleiros. Calejado de lutar por resultados imediatos e paliativos, estou convencido que só garantimos uma melhor qualidade de vida para a maioria da população através de um governo com sensibilidade social e comprometido com as causas dos que produzem a riqueza do nosso Estado.

Dessa forma, ofereço o meu compromisso social e disposição de luta ao inteiro dispor do PSOL e da população do meu Estado, para enfrentar com responsabilidade, equilíbrio e muita garra, os arranjos velhacos dos políticos tradicionais, que, como afirmam o noticiário da imprensa local, estão mais preocupados com seu futuro político, do que, com, perspectiva da população sofrida que só é lembrada por eles a cada quatro anos em época das eleições.

Nossa vitória começa agora, nosso compromisso é um governo ético, justo, sensível aos apelos populares, autônomo em relação às elites oligarquias, uma administração planejada e responsável, cuja prioridade é a melhoria da qualidade de vida e o restauro da dignidade humana do nosso povo. Que venham eles com a enxurrada de dinheiro subtraído dos cofres públicos. Nós vamos como a piracema, arribando em direção a felicidade plena e um Estado que veja nossa população como protagonista do seu próprio destino. Somos a pororoca que vai surpreender nessa eleição!

Elson de Melo – Sindicalista

3 comentários:

  1. Elson conte com o apoio dessa humilde sindicalista, vamos lá!

    ResponderExcluir
  2. Elson gosto do seu jeito arrojado ao comentar sobre os problemas de uma sociedade doente e que precisa de remédio com certeza vc não é remédio, mas é a pessoa que leva o ferido até o hospital sei de sua luta acompanho tudo desde que nasci e digo com toda certeza que estou empenhado em lhe ajudar nesta empreitada estou longe por hora, mas minha voz vai ecoar nesta amazonia que pertence a nós brasileiros e principalmente a nós moradores da amazônia os ditos amazonidas, todo te apoiamos Elson Boa Sorte e muito trabalho meu amigo este é apenas o começo de uma grande obra.....mas que alicerce já está bem feito....Johnny e família

    ResponderExcluir
  3. Esse é meu irmão, tudo que é falado neste ambiente é a pura verdade, eu hoje moro na Cidade de Pacaraima/Mumicipio de Pacaraima, do Estado de Roraima, sou militar da ativa, tenho muito orgulho do meu irmão, politico nato, um homem de um coração humano, pois esta na luta em prol dos menos favorecidos, essa, é, a sua missão, creio que se derem a ele uma oportunidade fara a diferença, pois o povo precisa de pessoas que estejam realmente ao seu lado, buscando resolver seus problemas...

    ResponderExcluir