segunda-feira, 29 de março de 2010

TERCIO MIRANDA E A LUCTA SOCIAL 96 ANOS DEPOIS

Homenagear um lutador social que dedicou sua vida proclamando a aurora da liberdade aos operários, é acima de tudo, renovar esse compromisso. Nós lutadores social contemporâneos, assumimos o compromisso de continuar sua luta camarada Tercio Miranda. Queremos avançar em seus sonhos e concretizar suas utopias. Esse é o nosso propósito que declaramos nesse ato.

Assim, registramos em forma de ata, a nossa homenagem que reafirma essa luta!

As 16h00min do dia 29 de março de 2010, na centenária Casa do Trabalhador do Amazonas, a Rua Marcílio dias nº. 256, centro da cidade de Manaus. Reuniram-se os senhores, Élson de Melo, Gerson Medeiros, Marcos Queiroz, Evandro Carreira, Alex Mendes, Jetro Xavier, Fernando Lobato, Abel Alves, Alexandre Otto, Inácio Oliveira, Julhio César, Isaac Santos, João Barros Carlos, Paulo Sarmento, Rauni Lopes e as senhoras Ana Grijó e Vanessa Bechimol. Com objetivo de Homenagear Tercio Miranda, fundador do jornal Operário A Lucta Social, como parte da homenagem foi lançado a edição especial do jornal, alusivo aos 96 anos de sua fundação. A cerimônia foi coordenada por Élson de Melo que, abrindo os trabalhos apresentou a edição impressa do jornal e o Blog que está ativo na rede mundial de computadores desde novembro de 2009. Após esclarecer todos os propósitos dessa nova fase do A Lucta Social, Élson de Melo fraqueou a palavra aos presentes, dela fizeram uso o Senador Evandro Carreira, Deputado Abel Alves, Presidente do PSOL Manaus Professor Marcos Queiroz, Presidente do PSOL Amazonas Professor Gerson Medeiros, Poeta Alexandre Otto, Professor Fernando Lobato, Coordenador da CST no Amazonas Rauni Lopes e a Pedagoga Ana Grijó – Coordenadora do Núcleo de Educação Popular da UFAM/NEP. Todos os oradores ressaltaram a importância de Tercio Miranda e o A Lucta Social para o movimento operário amazonense. Para constar lavrei o presente instrumento que serve de compromisso dos presentes para o avanço da luta histórica dos trabalhadores, servindo ainda de registro para a posteridade.

Manaus, 29 de março de 2010.

Élson de Melo – Sindicalista
E-mail: elsonpmelo@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário