sábado, 27 de fevereiro de 2010

A REDUÇÃO DO PREÇO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS


Antes de qualquer juízo cumprimento o Prefeito de Manaus Amazonino Mendes – PTB pelos R$ 0,15 (quinze centavos) de redução no preço das passagens de ônibus. São R$ 108,00 (cento e oito reais) que o usuário deixa de transferir ao ano para o bolso dos empresários de transporte urbano, isso prova que a população vem pagando um preço acima do real valor da passagem de ônibus em Manaus!

Pela declaração do prefeito afirmando que a licitação feita pelo ex-Prefeito Serafim Corrêa - PSB foi direcionada para legitimar as empresas que já detinham a concessão dos transportes de passageiros na cidade de Manaus. Escancarara uma ilegalidade que precisa ser investigada pelo Ministério Público.

O que a população usuária de transporte coletivo espera agora do Prefeito são coisas muito simples que não envolve grandes recursos. Primeiro a devolução das cadeiras que o Vereador Marcelo Ramos junto com o ex-Prefeito Serafim retiraram dos ônibus, segundo a padronização das portas de entrada e saída, que atualmente é uma bagunça, tem ônibus que é pela frente e outros pela porta de atrás.

Em qualquer cidade que o gestor publico tenha o mínimo de respeito com a população, o transporte coletivo é prioridade, portanto o ônibus deve ser confortável. E, conforto significa, pontualidade, limpeza, acento para que transporte à maioria dos usuários sentado coisa que aqui funciona ao contrario, limitação de passageiros por metro quadrado, parada com abrigo a cada quatrocentos metros no mínimo e frota nova.

Outros itens que compõem o conforto do sistema de transporte coletivo de passageiros são: a sinalização tanto nos terminais como identificação clara e vistosa nos painéis de frente e de lado do ônibus informando o itinerário das linhas. Infelizmente em Manaus os terminais não sofrem manutenção desde a sua inauguração, estão parecendo chiqueiros de porcos. Uma vergonha!

Infelizmente os poder publico do município de Manaus colocou na mão dos empresários do sistema de transporte a gestão do sistema de bilhetagem, isso tem possibilitado a manipulação do passe estudantil. Onde os empresários fizeram um derramamento de carteirinhas estudantil e depois orquestraram uma campanha para inviabilizar o beneficio que é pago com o dinheiro dos usuários.

Como o prefeito vai se desincompatibilizar no final de Março para concorrer ao Governo, espero que ainda nesse mês que lhe resta, ele providencie que os empresários substituam os ônibus cacarecos que continuam circulando na cidade. Da mesma forma estabeleça o passe livre para os estudantes. Mostre que a redução da passagem não é apenas um ato eleitoreiro.

Elson de Melo - Sindicalista

Nenhum comentário:

Postar um comentário