quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

O ESTADO FORTE DE DILMA

O Partido dos Trabalhadores – PT – oficializou no dia 22/02/2010 sabado a candidatura de Dilma Rousseffa presidência da República. Embora a candidata fosse aclamada, ficou claro que os antigos militantes não ficaram tão empolgados com a decisão do Congresso, foi uma candidatura imposta pelo Planalto tendo como protagonista o Presidente Lula, que só tem o apoio incondicional dos atuais cabos eleitorais que estão lotados nos cargos públicos. Foi uma pirotecnia muito estranha, onde até os aplausos parecia serem forçada. Os aplausos eram tão falsos, como a própria candidata!

O eloqüente discurso do Presidente Lula parecia de um candidato de oposição, usou todo tipo de metáfora para justificar a indicação de Dilma, chegou mesmo apelar para condição de mulher da candidata como principal empecilho a sua eleição, logo ele que a pouco tempo tentou execra a Senadora Heloisa Helena dentro do PT. O Presidente poderia inventar outra desculpa, pois após dois mandatos na frente do governo do Brasil nada tem feito de concreto para que a sociedade supere esses tipos de preconceitos. Então porque ele não estendeu a dificuldade também para a candidata Marina Silva? Ou ele acha que somente a Dilma é mulher? Faço neste ato, um desagravo aos homens e mulheres da Nação. Essa acusação não lhes cabe!

Já a candidata tentou ser eloqüente e é ai que está o maior problema, primeiro a cada dia fica mais difícil identificar qual é mesmo a cara da Dilma, hora está loura, hora está mulata, a marca de Botox está por todos os lados da venta, então não é a sociedade que é preconceituosa, mas, a própria candidata!... Vive mudando de mascara, parece que tem preconceito com sua idade e aparência, não aceita sequer sua idade.

Depois de justificar a carona que pretende pegar na popularidade de Lula, fato que justifica sua falta de personalidade e liderança, tentou ser convincente. A candidata destampou a sua caixa de promessas, dentre tantas que sequer buscou implementar como Ministra Coordenadora do governo Lula ela se saio com está! “Fazer do Brasil um Estado forte”. Isso não tenham duvidas é uma promessa muito factível, e, muito preocupante também, é uma proposta totalitária demais para a democracia, principalmente quando o Estado brasileiro que é controlado pelos donos do capital é uma instituição muito autoritária.

O Estado brasileiro é já é hoje muito forte mesmo. É um Estado interventor que controla com mão de ferro a economia, as instituições da sociedade civil e a vida da população, partindo dessa constatação só podemos entender a que o objetivo da candidata está voltado para o modelo estatal que Stálin implantou na Rússia. Vamos apenas espera quando ela vai anunciar quem vai para o paredão! Será a ditadura dos patrões.

Se depender do comportamento autoritário da candidata que o Presidente Lula chama de controladora, não podemos nos iludir. Serão os pobres suas primeiras vitimas, faço esse alerta a todos os Sindicalistas, com Lula não foi fácil impedir a retirada dos direitos trabalhistas contidos na CLT. Se essa tecnocrata for eleita, não tenham duvidas, ela vai impor com seu Estado Forte essas reivindicações dos empresários. É pagar para ver!

Elson de Melo – Sindicalista

Nenhum comentário:

Postar um comentário